11 de janeiro de 2012

Glimmerglass - Resenha

Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés em Avalon, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie. . Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance… Até ter uma. Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar, muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal.


Dana tem um grande problema familiar, sua Mãe tem problema com álcool. Cansada de ter que segurar a barra de sua Mãe desde os 6 anos de idade, viajando de uma cidade para outra, nunca fazendo amigos, e os poucos que conseguisse fazer se esvaiam pela enbriagues de sua Mãe, Dana toma uma decisão, ir para Avalon, encontrar com seu Pai, e assim ter uma vida normal, ou tentar ter uma vida normal.

"Mesmo em Avalon, imaginei, que eu teria uma vida melhor, mais normal que a que eu tinha agora com minha mãe.
Nunca estive tão enganada em toda a minha vida." pg 12

Depois de passar horas em um avião e ficar esperando no aeroporto por uma 'amigo' de seu pai que não apareceu, Dana resolve chegar em Avalon por conta própria.
Pega um taxi e segue rumo a sua nova vida, quando chega aos portões de Avalon e tenta passar pelo processo de  imigração, Dana é detita pela patrulha da fronteira. A sua detentora é Grace, irmão do seu pai a qual Dana não se simpatiza muito.
Depois das devidas apresentações e troca de 'cordialidades' entre ambas, Dana descobre que seu pai esta preso e por este motivo não poderá ir para sua casa, então ela é levada até a casa de sua querida tia e trancaficada com a desculpa de estar correndo perigo.  
Alguns momentos depois tia Garce volta ao quarto mostrando um certo arrependimento ao tracafiar sua sobrinha e diz a Dana que é necessário a transferância dela para um local mais seguro, dizendo que assim que seu pai se apresentar ao Conselho e for solto ela poderá enfim o conhecer.
Dana é levada por Lachlan, "amigo" de sua tia a uma cela localizada abaixo de uma padaria. Depois de passar horas acordada, tentando convenser a si mesma que não precisava dormir, Dana cai em um sono profundo, sendo acordada no meio da noite. De calça de moleton e com os cabelos desgrenhados, Dana conhece Ethan e Kimber, dois irmãos que do nada a sequestram com a desculpa de que ela estaria correndo um grande perigo.

"Parado na soleira da porta estava, provavelmente o rapaz mais lindo que já vi na vida. Era alto - Embora devesse parecer um anão perto de Lachlan - e magro, com cabelos bem loiros e longos que caíam pelos ombros...
...Ele me lançou um sorrisso torto, e eu percebi que o encarava como se fosse uma menina de doze anos encontrando um dos Jonas Brothers." pg 41

Mais que coisa, Dana não entende que grande perigo é este? Ela sabia que era filha de um grande feérico, mais até ai tudo bem, sua mãe sempre a havia informado em seus momentos de sobriedade que seu pai tentaria usa-la em seus truques políticos, mais isso? Já estava demais.
Levada a força e sem poder falar por causa de um feitiço, Dana vai parar em uma república de universitários em um túnel, cheio de ramificações, mesmo sem entender o que se passa e cansada demais, Dana tem um momento de esperança, um sofá a onde poderá domir somente um pouquinho... desde que chegou em Avalon não conseguia dormir, ou quando tirava uma simples soneca era arrancada da cama na maior correria.
Pobre Dana, mal sabia ela que a sorte não é tão simpática assim, para deixar sua noite mais animada ainda, nada como a visita de  um Spriggan...

"Até então, toda a vez que eu acordei em Avalon alguma coisa estava errada. Aquela não foi uma exceção.
Um grito agudo me acordou em completo pânico num segundo." pg 57

Comprei este livro faz algum tempo, de alguma forma me chamou a atenção, mais agora não consigo me lembrar o motivo. Agora de férias e com uma pilha de livros para ler, resolvi fazer um  uni duni tê e escolher a esmo qual livro eu leria, a pilha é tão grande que nem sei por onde eu começo.
Enfim, posso informar que me arrenpendi por não te-lo lido antes. Glimmerglass foi para mim uma grande surpesa, mágico, delicado, divertido (a certo modo, porque Dana é muito atrapalhada) e Encantador como a sua história deve ser.
Uma das coisas que me fez amar este livro já no primeiro capítulo foi o fato de Dana não ter conhecido seu pai, sua mãe era humana e seu pai feérico, e por isso quando a mesma ficou sabendo da gravidez fugiu de Avalon para tentar proteger Dana. Eu não tive a presença do meu pai em minha vida, e a expectativa que Dana criara, a fantasia que ela tinha ao encontrar o pai, era a mesma que eu fantasiava quando mais nova. Acho que isso já me ligou a ela desde o começo.
Em um mundo que o nosso real se junta a magia, Jenna cria uma história original com tudo na medida certa, suspense, amizade, amor e descoberta da confiança.
Dana é uma Faeriewalker, uma 'benção' da naturaza por assim dizer, somente ela consegue viajar entre os três mundos, Avalon, Faire e nosso mundo e conseguir levar consigo, magia ao mundo que não tem e tecnologia ao outro.
Por isso ela é tão importante nas ambições políticas que seu "pai" supostamente esta envolvido.
Posso garantir que nesta leitura, você vai rir muito, sonhar muito, e chorar no meu caso muito. Glimmerglass tem personagens gatinhos para todos os gostos e gêneros. Lindos de morrer, e super Cavalheiros, e para variar, corações divididos... ai ai ai.
dou nota 10 para o livro todo. Desde a capa até o npumero no roda-pé da página.

"Ele colocou o um dedo debaixo do meu queixo, e eu inclinei a cabeça para fitá-lo. Senti a respiração presa na garganta, e um tremor agradável percorreu minha espinha. Seus olhos, normalmente claros estavam escuros e com as pupilas dilatadas, e ele olhava para mim como seu eu fosse um bocado de doce que ele estava morto de vontande de comer. pg 119"

Meu momento preferido no livro, será porque?!

"- Dana? - ele perguntou. - Você está bem, querida?
Soltei o ar que nem sabia que estava prendendo, e enxuguei o súbito suor de minhas palmas nas calças. Então destranquei e abri a porta, vendo meu pai pela primeira vez. pg 137"

Beijokas enormes


16 comentários:

Lú Delphino disse...

A primeira vez que esbarrei com Glimmerglass, não me interessei nem um pouco (a não ser pela linda capa haha).
Mas não é a primeira vez que ouço tantos elogios sobre o livro, então eu já resolvi dar uma chance e lê-lo quando tiver a oportunidade.
Parabéns pela resenha, xx

Caçadora de Livros disse...

Ainda não li o livro, mas fiquei curiosa com a sua resenha.
bjs

Camila disse...

Ahh é o meu livro mais desejado *_*
Só que tá muito caro :*
Já li o 1° capitulo que eles disponibilizaram,agora pelo visto vou ficar aqui esperando(*.*)(kkkk

Lenize disse...

a tempos to estou querendo ler este livro mas ele está sempre "meio" caro ...
Mas já vi mtas resenhas positivas sobre ele
sem falar que a capa é lindaa
nunca li nada relacionado com fadas ... deve ser bem interessante !
e a continuação está vindo ai, ao que parece
e eu ainda nem li essa :/
preciso dele urgente !

Danzinha disse...

Essa capa já me conquistou faz tempo. A história parece ser bem legal - muito no meu estilo - Sobrenatural é comigo mesma rsrs. E ainda sendo leve e delicado... Acho que vou amar. Amei a resenha amor!

Beijos

Amigas entre Livros

jayane disse...

Aiq ue fofo as citações do livro a capa e linda também,eu pelo contrario só vir resenhas negativas acho que essa e a segunda que vejo positiva falando desse livro.

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Brih! Estou ansiosa para ler Glimmerglass! Beijos!

Ludmila disse...

Ei Bri,
Gostei de Glimmerglass logo de cara.
A capa é linda, gostei do tema, fadas tem todo um encantamento que eu adoro desde que era criança.
Gostei demais da sua resenha.
Eu estava doida para compra-lo e nem sei pq ainda não comprei.
Agora quero mais que nunca e encontrou para minha lista de livros prioritários (que também esta enorme) rsrs
Adorei as citações escolhidas por vc e tenho certeza que o livro tem tudo para que eu goste muito da leitura.
Ahhh eu quero ele logo e não vou sossegar enquanto não estar com ele nas minhas mãos, e a culpa é sua. kkkkkk
Amei!
Beijos

Aione Simões disse...

Que bom que você gostou assim do livro, vou lê-lo logo e espero também gostar!
A capa dele é maravilhosa mesmo!
Beijão Brih!
PS: Minha pilha de livros também tá enorme!!

Sora Seishin disse...

Oi Bri!!
Li uma resenha desse livro outro dia mesmo e a blogueira não tinha gostado. E agora leia a sua e você amou o livro! Não tem jeito, vou ter que ler pra saber se eu vou gostar ou não :D
Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

Ludmila disse...

Eii Bri,
A primeira vez que eu vi Glimmerglass, já fiquei com vontade de ler...
A capa é linda, o tema eu adorooo, estórias de fadas me encantam desde que eu era pequena.
Li muitas resenhas positivas que reforçou ainda mais a minha vontade de lê-lo, e enquanto lia sua resenha, estava me perguntando pq não o comprei ainda. rsrs
Amei sua resenha! E agora não vou ter sossego enquanto não o tiver nas minhas mãos... entrou para os livros prioritários :D
Esta maravilhosa a sua resenha!
Beijokas

Pah disse...

Oi Bri

Ahhh faz tempo que estou louca por esse livro! A capa dele é tão linda, mas a verdade é que adoro histórias que envolvem magia, isso me encanta, e esse livro em particular me parece bem intenso, sem contar que a trama parece inusitada, incomum. Quando puder vou comprá-lo com certeza!

Beijos

Pah, Livros & Fuxicos

Pâh Rodrigues disse...

Oi Brih, tudo bem??
É a minha primeira visitinha aqui! Mas já adorei, pode ter certeza.
Adorei sua resenha, e o jeito que tu escreve ela. Com trechos das páginas, é super legal e interessante!
É a primeira vez que eu ouço falar nesse livro, acredita?
Mas já deu vontade de ler. Mas fazer o que né, tô com uns 5 livros pra ler na corrida! Nem dá pra pensar em outro kk'.

Beeijos, Pâh!
www.nas-paginas-de-um-livro.blogspot.com

Paulinha disse...

oi, Bri ^^
adooorei a resenha! Glimmerglass já está na minha lista de leitura e eu espero poder ler em breve!
Já amo a capa logo de 'cara' e pelo que você disse aí. o livro parece ser muito bom! Adorei saber que o livro é " mágico, delicado, divertido", parece que vou gostar dele também!
;*

Laís Doce disse...

Olá! Está rolando uma promoção bem legal lá no blog! Confere lá: http://migre.me/7zrwC

Gisele Galindo ou simplesmente Gi. disse...

Ah, Brih, amei o "uni duni tê", mt bom!!!!!

Uma vez pedi p minha irmã escolher nas pilhas de casa minha próxima leitura, rs.

Tenho curiosidade qt a esse livro, mas ainda não tive aquela coragem p comprar... e agora to me segurando pq tenho mt livro em casa. Se bem q sempre existem as tentações...

Bela resenha!!!!

bjs***

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...